Texto Chave: “Ora, havia entre os fariseus um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. Este foi ter com Jesus, de noite, e disse-lhe: Rabi, sabemos que és Mestre, vindo de Deus; pois ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não estiver com ele. Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.” (João 3.1-3).

Introdução: Todos nós temos momentos em que desejamos que nossa vida voltasse para trás, começasse de novo. Por vezes temos vontade de entrar no “Túnel do Tempo” (se existisse) e voltar ao passado e fazer novas escolhas. Todos gostaríamos de dar a nós mesmos outra oportunidade. Hoje sabemos de alguma das consequências da nossa história. A Bíblia diz que não há outras vidas a serem vividas neste mundo, só temos uma oportunidade de viver e consertar os nossos erros aqui, assim precisamos de uma resposta que aperfeiçoe nossa existência terrena, abrindo caminho para a Vida Eterna: “E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo, assim também Cristo, tendo- se oferecido uma vez para sempre para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o aguardam para a salvação.” (Hebrews 9:27-28)

Fazendo diferente: Há sempre algo que gostaríamos de fazer diferente. Fazer outras escolhas que transformassem as colheitas indesejáveis em uma frutificação agradável ao Senhor e a nós mesmos. É essencial nascer de novo para uma história renovada pelo o Espírito Santo! Um dos diálogos mais esclarecedores da Bíblia sobre o novo nascimento foi esse de Nicodemos com o Senhor Jesus. O Senhor Jesus disse claramente que só há uma maneira de resolver nossa vida futura e nosso passado: Se alguém não Nascer de Novo, é impossível!

Quem nasce de novo atrai o perdão da dívida para o passado, e também constrói o melhor investimento para o seu futuro: “Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” (2Cor 5.17) Se apagar o passado é impossível, viver um novo futuro é possível, pois eu determino as sementes que plantarei doravante. Resolver o passado é apagar a culpa que pesa sobre nossos erros indesculpáveis que só Deus pode perdoar, e o faz mediante o novo nascimento. Nascer de novo é apagar a impagável divida espiritual que temos, pois: “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;” (Rom 3.23) “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Rom 6.23)

Quem nasce de novo tem autorização para iniciar uma nova vida que não tem fim, uma vida eterna: A vida do homem, por mais que seja prolongada pelos recursos da medicina, não vai muito longe, e quando vai, nem sempre pode ser vivida intensamente por limitações físicas, próprias da idade. Quando nascemos de novo e entramos no Reino do Eterno, adquirimos essa característica que é divina: Passamos a viver eternamente! Desejar, buscar e aceitar o novo nascimento é o passe livre para o sobrenatural de bênção sem fim: “Porque assim vos será amplamente concedida a entrada no reino eterno do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.” (2Pe 1.11)

Quem nasce de novo entra para uma linhagem e descendência de nobreza, pois passa a ter o sangue Real lhe dando vida:  “Mas, a todos quantos o receberam, aos que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus.” (João 1.12-13) Entrar para a aliança do novo nascimento é se tornar parte da família do próprio Senhor Jesus: “Disse-lhe alguém: Eis que estão ali fora tua mãe e teus irmãos, e procuram falar contigo. 48  Ele, porém, respondeu ao que lhe falava: Quem é minha mãe? e quem são meus irmãos? 49  E, estendendo a mão para os seus discípulos disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos. 50 Pois qualquer que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, esse é meu irmão, irmã e mãe.” (Mateus 12.47-50)  Este parentesco sobrenatural nos liga a uma série de promessas e esperanças que se aplicam a nossa vida nesta dimensão humana e na dimensão eterna e espiritual: “E todo o que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou filhos, ou terras, por amor do meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna. 30 Entretanto, muitos que são primeiros serão últimos; e muitos que são últimos serão primeiros.” (Mt 19.29-30). O preço de arrependimento para o novo nascimento se torna pequeno diante da bênção que recebemos: É uma bênção infinda!

Nascer de novo é começar como um recém-nascido, temos que aprender a viver está Nova Vida. Quero lhe mostrar passos que farão com que você viva o novo nascimento:

1 – Reconhecer que é um pecador e se arrepender dos seus pecados;
2 – Saber que todo pecado produz morte eterna!
3 – Reconhecer Jesus Cristo, como Filho Unigênito do Eterno de Israel, que morreu e ressuscitou por toda a humanidade!
4 – Saber que só um preço pode apagar nossos pecados: O Sacrifício de Jesus na Cruz!
5 – Recebe-lO em seu coração como Único Senhor e Salvador Eterno!
6 – Viver para Ele e servi-lO sempre!
7 – Ansiar por Sua volta!

Peça ao Senhor que lhe conceda a revelação do que tudo isso significa para sua história. Aceite fazer parte deste projeto de multiplicação do novo nascimento. É a única coisa eterna que podemos construir em nós e nos outros.